sexta-feira, 21 de dezembro de 2012

Que bom!

Se o mundo acabou, não dei por nada.
Morri? Não dei conta - se calhar, morri mesmo...
O tempo, para quem morre, deve ser imenso, eterno - nunca se morre!
Que bom!!!