segunda-feira, 28 de dezembro de 2015

As maravilhosas capas dos disco de vinil

Passei por uma loja/armazém que vende  mobiliário holandês usado (estantes, mesas, cadeiras, cómodas...), material para decoração de interiores, e uma parafernália de coisas e coisinhas muito do agrado de um público específico. E há uma secção de discos de vinil, novos e usados, onde me esqueço do tempo -  mais pela atenção que dispenso às capas do que ao conteúdo. Toda a informação está escrita em holandês, e não há  gira discos para testarmos os gostos; sorte a minha quando busco os clássicos, não que seja consumidor constante nem grande conhecedor - gosto de  ouvir "alguma coisa"  de Tschaikoswski, Mozart, Verdi...  - enfim, tenho os meus momentos para entrar na onda dos meus temas favoritos, mas não faço saltar a agulha para silenciar as peças  que pouco dizem à minha sensibilidade de "ouvinte ignorante" - ouço  tudo com atenção e respeito, como se entrasse na catedral de Colónia...
Desta vez encontrei este LP, novo, sem um risco! A capa é fabulosa e não hesitei; comprei-o pela módica quantia de um euro!