segunda-feira, 30 de maio de 2016

A "culpa" é minha, confesso...

À mesa éramos dezoito!

Disse a Carla:
- A "culpa" é tua !
Digo eu:
- Sortudo, eu, pela excelência dos meus filhos e suas metades, como "avisei" aqui: http://calbertoramos.blogspot.pt/2016/05/como-se-constroi-um-arranha-ceus.html


(...) "À Carla, quando nasceu, acrescentámos Manuela, nome da mãe. 
O Carlo (e não Carlos...) tem  Nuno no nome. 
Entre os dois há uma diferença de um ano e dois dias nas certidões de nascimento. 
Ambos são quarentões, mas pouco. 
Os dois têm dois filhos pela mesma ordem de nascimento: primeiro veio o menino, depois a menina. Gonçalo e Mariana, Francisco e Leonor.
Ambos são Fonseca Ramos, como a Ivânia e o Hugo...
A Rita,  primeiro é Ana e assina  Bravo, com   Ramos no fim . É trintinha  no cartão de cidadão e ainda não me deu netos...
Os cinco têm as suas metades, lindas por fora, maravilhosas e encantadoras  por dentro.
... E assim se ergue um arranha céus com vista  panorâmica para o futuro".
---
Nota
Diz a Carla,  senhora das arquiteturas, que " (...) a diferença entre a Carla e o Carlo é de 1 ano menos 2/3 dias! Entre 17 e 19 de maio, ficamos os dois da mesma idade".
Pois ... dias 17, 19, menos 2/3 dias - "é só fazer as contas..." - foi o que a Carla fez! :-)...