sábado, 15 de outubro de 2016

O gatinho pechisbeque

Encontrei no sótão   um gatinho  catita, peça rara de pechisbeque com honras  de se mostrar às pessoas pela graça da pose...
Depois de um banho com sabão azul  (mentirinha minha, o sabão - verdade, sim, o banho...) deixei-o a secar no parapeito da janela da cozinha. Gosto do "bichano" mas não tenho intenção de lhe proporcionar outra visibilidade que não esta, na cozinha.
Os manos "Tico e Teco" andam por aí, correm que nem o campeão Obikwelu e praticam wrestling  "muito a sério".
Desta vez, nada de correrias nem de lutas  "muito a sério":  o "Teco" decidiu fazer  companhia ao gatinho catita, triste e só no parapeito da janela. Do "Tico" nem sinal -  certamente dormia a sesta na cama da "tia" Rita...
Há coisas que  só visto ... com  uma câmera fotográfica.