domingo, 3 de julho de 2016

A tee shirt cor de rosa

No ajuntamento dos participantes no passeio não dei conta da sua presença. Nem durante o percurso por caminhos mal amanhados, poeirentos.
Sem vocação física para este tipo de desporto (as caminhadas) que, afiançam, é excelente para a saúde, participo no papel de “aguadeiro” e caça retratos - uns melhores que outros, outros assim, assim. Dito isto, acrescento que a viatura 4X4 que tenho à disposição faz parte das minhas “caminhadas”. Ponto.
A paragem para o abastecimento de água e peças de fruta foi demorada quanto baste, tempo suficiente para olhar com algum pormenor o cansaço de quem se atrevia a tanto andar. Rostos cansados, mas sorridentes; tentando ser gentil, deixava palavras de estímulo, “está quase, falta pouco - quer mais uma garrafa de água”? Então, reparei na figura mediana, mas esbelta, da senhora da “tee shirt cor de rosa”…
A partir daqui integrei o grupo e caminhei…
Grandes e pequenos radiantes, sem mostras de cansaço, conversas soltas – muito mais soltas quando chegámos à “meta”…
Ao almoço continuei como “caça retratos” e cruzei o olhar com a senhora da "tee shirt cor de rosa”.
- Posso? - perguntei…
- Quer que faça pose? - disse ela, sorrindo bonito…
Retribuí o sorriso, fiz clique e guardei a imagem da figura mediana, mas esbelta, da senhora da "tee shirt cor de rosa”…
… Na próxima sou bem capaz de me fazer ao "caminho". Todos os caminhos são percorridos assim, caminhando...
Dizem que “caminhar faz bem à saúde", de preferência com companhia por perto...