sexta-feira, 24 de fevereiro de 2017

A Carla...



movimenta-se pelos corredores do hospital  leve como uma pluma. 
A Carla espalha sorrisos e  palavras amigas, de conforto. 
A Carla, além dos sorrisos, das palavras 
e da leveza de movimentos, 
toca-nos a alma com as pontas dos dedos 
- massaja-nos o coração. 
A Carla assume-se de corpo inteiro  à  arte sublime de cuidar do seu semelhante pelo gosto de gostar da sua profissão de enfermeira...
... e nós ficamos assim, sem palavras no  momento de dizer obrigado.