sábado, 10 de dezembro de 2016

Solitária, a flor, num prado verde

O sol continua primaveril, para meu gosto. 
Há verde, muito verde a cobrir as terras  que estão em pousio; aqui e além surgem florinhas solitárias amarelas, brancas e outras  em tons de vermelho. Em comum têm o pequeno tamanho
Solitária,  a flor, num prado verde...
Levei a lente da câmera fotográfica ao limite do zoom e fiquei com uma imagem "gigante", bela, muito bela -tão bela que assumo a partilha ao jeito de quem oferece um "miminho" natalício.
Feliz Natal

segunda-feira, 5 de dezembro de 2016

Basta um pouco de sol e é primavera

As paredes da minha casa têm  70 centímetros de largura. A sala, no verão, é "refrigerada" - é aqui que me sinto bem, longe do sol que entra pela janela. 
Há mais de meio século, neste local, existia uma porta que dava acesso à oficina  de carpinteiro do avô Pereira; agora, a porta de entrada da casa fica no outro extremo da  sala, que ficou enorme depois das obras, já lá vai um bom par de anos...
Quando chega o frio, altero a disposição dos moveis  e coloco o meu sofá virado para a abençoada janela por entra o sol, como agora. 
- Basta um pouco de sol e é primavera.